Vida orgânica , o tom do futuro

por | mar 23, 2022 | Estudos de Futuros, Futurismo

Artigo de Jaqueline Weigel publicado no Jornal Gazeta do Sul, em 21/03/2022 – Imagem Grist

A busca por uma vida com mais qualidade cresce aceleradamente por todo planeta. A pandemia reforçou a importância do assunto, e o mercado de alimentos orgânicos, bem como o veganismo, aumentam em níveis consideráveis a cada ano.

A saúde está sendo considerada a partir de um ângulo mais amplo, mais inteligente e integrado. Ser saudável virou um conceito multi-transversal. Doenças não são uma herança genética, só uma parte da informação que está em nosso DNA, que pode ser ativada ou não a partir do estilo de vida que levamos.

No meu livro, Amor pelo Câncer, mostro minha experiência prática na harmonização entre corpo, mente, emocional e espiritual, e acredito muitas doenças representam o colapso do nosso sistema imune. Quanto mais conscientes formos nas escolhas, mais poder temos para gerenciar nossa saúde e re-harmonizar quando um estado de desequilíbrio passageiro se apresenta. E lembre-se beleza e saúde são assuntos diferentes, mas que tem saúde é belo de qualquer forma.

Percebo um crescimento exponencial de locais que oferecem opções para uma vida saudável: sem açúcar, sem lactose, sem glúten ou farinhas brancas e, muitas, sem proteína animal altamente inflamatória. A vida orgânica já está à nossa disposição por todos os lados.

É cara? Depende do ponto de vista. Adoecer custa.

Dieta tem a ver com escolha alimentar não com restrição. Já podemos trocar os alimentos e treinar nosso paladar. Quem precisa perder peso, restrição é o custo de um longo tempo sem dar a devida atenção ao que custa a saúde física.

O tripé da saúde física continua ligado à alimentação, sono, exercício físico, equilíbrio emocional e espiritual, mas não é o suficiente. A alma precisa estar em dia com sua existência e ela adora a vida orgânica, porque ela significa uma volta à natureza do mundo e paz em relação às escolhas feitas.

Orgânicos são uma forma de dizer não a venenos que desequilibram nosso corpo e nos deixam doentes. Alimentos geneticamente modificados também estão na lista de coisas a descartar na vida. Lindos no supermercado, péssimos para seu metabolismo interno.

A dieta orgânica é representada por alimentos sem agrotóxicos e sem fertilizantes, ou industrialização, e não exclui a carne, mas questiona a forma como os animais são tratados e como o alimento chega à mesa.

Sabemos que o alimento e as plantas são medicinais, capazes de produzir efeitos incríveis em nosso organismo.

A medicina do futuro é integrativa, preventiva, e o paciente será seu próprio gestor de saúde. Nenhum médico ou droga salvará você de uma vida de maus hábitos de saúde. Veja nosso estudo sobre As Doenças do Futuro.

Escolha melhor o que você ingere e a resposta virá em pouco tempo: extremo bem-estar e paz com a balança. Além disso, temos sido reféns de indústrias que fazem com que nossa doença vire oportunidade de lucro.

Pense nisso.

Assine nossa Newsletter!