Diversidade e Inclusão como rota o para Futuro

por | jul 16, 2021 | Estudos de Futuros, Futurismo

Diversidade representa a pluralidade de indivíduos

Diversidade representa a pluralidade de indivíduos, em termos de diferenças culturais, de identidade e de experiência e precisamos falar sobre isso.

A preocupação com diversidade e inclusão (D&I) tem se tornado uma máxima em diversos ramos de nossa sociedade e no meio empresarial. No entanto, aquilo que, a priori, pode representar um avanço em prol da diminuição das desigualdades, se não for tratado de forma mais abrangente pode não atingir o objetivo ou se converter em uma iniciativa subaproveitada.

O primeiro ponto importante é nos atentarmos que Diversidade e Inclusão não significam a mesma coisa e nem sempre vêm juntas obrigatoriamente. Diversidade representa a pluralidade de indivíduos, em termos de diferenças culturais, de identidade e de experiência. Para sermos verdadeiramente diversos precisamos conseguir ir além das características que conseguimos enxergar nas pessoas, como seu gênero, cor da pele e demais fenótipos. Uma política adequada de diversidade, busca atrair e reter pessoas que são multidimensionais, incluindo diferentes raças, gêneros, culturas, orientações sexuais e habilidades.

Inclusão, por sua vez, diz respeito ao ato de criar um ambiente no qual pessoas diversas possam prosperar, significa valorizar, aproveitar e respeitar essas diferenças, criando estratégias para acolher as diversidades, garantindo oportunidades iguais de crescimento em um ambiente seguro dentro das organizações.

D&I se tornou um tema muito importante ultimamente. Isso se deve, em parte, aos sinais sociais e econômicos que indicam uma Megashift – mudanças profundas geradoras de forças dinâmicas e contínuas que moldam a vida como a conhecemos de forma imprevisível. Esses sinais não indicam necessariamente um clamor pela inclusão, mas condenam e subvalorizam as práticas de exclusão humana independentemente do tipo e da motivação.

Como sinais sociais nessa linha se destacam:

  • Esvaziamento do discurso de meritocracia, entendendo que é necessário implementar meios de garantir a equidade de oportunidades.
  • Debate sobre desigualdade de gêneros cada vez mais aflorado e ampliado para questionar também o que suporta esse desequilíbrio (colonialismo de gênero e raça, binarismo do sistema sexo-gênero, heteronormatividade, racismo estrutural etc.) com consequências mais visíveis e reais.
  • Evolução das práticas de ESG (Meio Ambiente, Social e Governança) como grande guarda-chuvas para D&I.

 

Como sinais econômicos:

  • A preocupação com as práticas de ESG alcançou o mercado financeiro, por exemplo, ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) da B3 (Bolsa de Valores de São Paulo) foi revisto para dar mais peso ao ESG. Marco regulatório do conselho Monetário Nacional (CMN) e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) com condições mais duras para a necessidade das práticas de ESG no mercado financeiro.
  • Pesquisas apontamos que a maior diversidade de gênero e etnia aumenta em 35% os resultados e reduzem em 50% os conflitos internos. Além disso, diversidade, principalmente na camada de liderança, traz retorno em receita 19% maior.

 

Empresas, diversidade e inclusão

A pergunta que sempre paira no ar é: as empresas estão mergulhadas verdadeiramente nesse assunto?

O que se observa é que a preocupação com o tema se tornou uma crescente, mas pouquíssimas conseguem olhar para esta temática de forma mais ampla. O caminho mais escolhido ainda tem sido o da máxima de fazer alguma coisa ao invés de não fazer nada. Isso tanto não resolve quanto pode trazer consequências graves para o futuro dos negócios e o das pessoas atraídas por esses movimentos.

Alinhar o discurso de D&I com a prática ainda tem sido um desafio para o comando de muitas empresas, mas os sinais apontam que esse é um caminho sem volta. O caminho para início de um planejamento verdadeiro que suporte as ações de fomento à diversidade e inclusão passa por ter uma liderança educada para as competências do futuro.

Como tomadores de decisão, eles precisam dominar o vocabulário de futuro, desenvolverem a capacidade de perceber sinais de mudanças e praticarem em seus ambientes de trabalho a visão antecipatória de alguma forma.

Muitas das vezes, movimentos internos nas organizações buscam vencer a barreira de tratar D&I com a seriedade que merece e mesmo que comecem pequenos, com um comitê de diversidade, criação de um guia de inclusão e promoção de grupos de afinidade, isso já representa um passo relevante.

 

Projeto de D&I

Não obstante, um projeto de D&I é uma iniciativa estruturante e geralmente requer suporte para ser concretizado, pois normalmente suas frentes de atuação serão incluídas nas diretrizes estratégicas da própria empresa.

Um projeto de D&I costuma abordar um diagnóstico que avalie interna e externamente o posicionamento e práticas da empresa. Define também uma correta delimitação da atuação frente a um tema tão amplo e a criação de uma visão clara do tipo de empresa que se pretende alcançar após o projeto. O projeto traz uma projeção de futuro, um planejamento e ações efetivas para implementar a visão desejada.

Essa forma de implementar um projeto de D&I é justamente o que conecta essa temática ao pensamento estruturado de futuro. Conseguir construir ambientes mais diversos e onde as pessoas consigam evoluir é pré-condição para o desenvolvimento da inovação e, melhor ainda, da disrupção.

A pluralidade é fundamental nos movimentos de transformação, seja ela digital ou não, pois essa diversidade é a combinação que molda novas ideias e incentiva a geração de conhecimento.

Chegamos a um ponto em que ser a favor da diversidade nas empresas não é suficiente, precisamos ser e agir contra a exclusão.

 

W Futurismo e o tema

A W Futurismo é reconhecida pela capacidade de aplicar e ensinar metodologias de Futures Studies e Foresight Estratégico de alto padrão internacional.

Estruturamos e apoiamos a transformação atual das organizações. Construímos a cultura orientada ao futuro e o pensamento exploratório que resulta em ações antecipatórias. Sua consultoria de Futuros e Gestão Estratégica de Reputação podem ajudar a sua empresa a criar uma transformação cultural em rota acelerada!

Confira uma live que fizemos especificamente sobre este assunto em nosso canal do Youtube.

Por: Vinicius Silva, Foresight Head W Futurismo