Um futuro de humanos avançados

futuro

A era digital desafia a nós humanos e o jeito padrão de viver que adotamos nas últimas décadas. A cada dia, mais pessoas se convencem que um futuro muito diferente se aproxima.

Desconhecido, sem controles, padrões ou previsões, ele se instala aos poucos entre nós como uma nuvem abstrata, que está por todos os lados, de forma vaporizada e inconsistente, e nos envolve e provoca fortemente para a quebra de paradigmas internos e externos, em prol de um mundo mais sábio e sustentável.

O que virá depois da era digital?

Vivemos a era tecnológica plenamente, e os sinais dos futuros pós-digitais começam aos poucos a ficar mais claros e intensos. “O que virá depois da era digital?”, é a pergunta mais comum entre os curiosos e visionários de plantão.

Há forças de mudança grandiosas em convergência mudando radicalmente a forma de pensar e viver da sociedade global. STEEP é uma sigla que reune os principais pilares da discussão global em relação ao futuro do mundo.

Todas as vezes que olhamos para os possíveis futuros, precisamos considerar os aspectos Sociais, Tecnológicos, Econômicos, Ambientais e Políticos, para que tenhamos um atendimento sistêmico sobre o futuro dos negócios, do trabalho e da educação no mundo.

Alfabetização para o futuro e construção de uma nova identidade social é o principal debate interdisciplinar do mundo. Pesquisadores e futuristas estudam como podemos criar sociedades auto organizadas que sejam capazes de aprender sobre os futuros que ainda não existem, e prepararem-se para eles.

Leia também:

  • A transformação cultural do mundo (aqui)
  • Inovação humana (aqui)

Pensadores do futuro

Segundo Peter Bishop, renomado futurista americano, se até agora estudamos o passado e o presente, agora é preciso inserir o estudo dos futuros na educação, para formar pensadores do amanhã capazes de antecipar as mudanças na prática presente.

Saímos da era da informação, estamos na era do conhecimento e estamos migrando rapidamente para a era da sabedoria, onde metodologias ligadas a futuros plurais nos ajudam a criar um planeta de maior bem estar para a raça humana. A sabedoria não está nos livros e sim na contemplação da vida fluindo em harmonia.

O modelo mental do século 21 é pró-ativo, habilitado para ação, com alta capacidade cognitiva e emocional dando base para uma forte resiliência à volatilidade do momento. Milhares de profissionais debatem o futuro do trabalho, e por vezes esquecemos da discussão anterior a esta: o tipo de ser humano que o novo mundo demanda.

Humanos avançados e a Nova Economia no futuro

Alguém que tenha conhecimento transversal, que tenha use como fonte a inteligência do mundo. Que entenda as forças que moldam nosso futuro, que tenha capacidade visionária, pensamento crítico, criativo e simples frente à complexidade e às várias dimensões da vida humana.

Alguém que tenha profunda empatia, identidade clara, use a intuição e tenha suas perspectivas individuais dentro do coletivo. Alguém que coloque a ética acima de tudo e e que esteja desperto não distraído na maior parte do tempo do seu dia.

O futuro não pode ser determinado e a sociedade não pode mais permitir ser colonizada. A Nova Economia é somente uma prévia da mudança que vem pela frente. Precisamos receber as mudanças com humildade, paciência e confiança na sincronicidade da vida.

É tempo de pequenos grupos não de macro ambientes, por isso o senso coletivo prevalece às necessidades individuais. É tempo de sonhar e fazer, assumir a evolução e aceitar que tudo é efêmero, menos o nosso aprendizado a cada ciclo. Reinvente-se 100% e sem receios.

O convite é para que sejamos livres, plenos, íntegros e mais felizes.

Por Jaqueline Weigel

 

Aprofunde o seu conhecimento sobre o futuro. Conheça a W Future School, o canal de estudos online de alfabetização para o futuro, e a nossa Agenda de Cursos.

Viajamos o Brasil todo conectando pessoas e empresas com o futuro. Saiba também como levar a W Futurismo para a sua cidade clicando aqui.

Publicado originalmente em Futuro Exponencial – Coluna Jaqueline Weigel